Os aplicativos para celulares e tablets nada mais são que programas que servem para ajudar as pessoas a realizarem tarefas específicas da vida cotidiana. Hoje em dia existem tantos aplicativos que já é difícil imaginar a vida sem eles, não é mesmo? Os aparelhos auxiliam a vida de seus usuários desde tarefas mais simples, como despertar, fazer pequenas contas, conferir datas ou até em atividades mais complexas, como pedir um táxi, cuidar da vida financeira e fazer transações bancárias.

O fato é que a evolução da tecnologia facilitou muito a vida das pessoas, que agora não precisam mais gastar tanto tempo fazendo inúmeras coisas, como pegar grandes filas em bancos. Entretanto, é importante estar sempre ciente de que essa relação com os aplicativos pode ser perigosa, já que, infelizmente, nem todos eles são seguros.

Mas calma! Isso não é razão para aposentar o celular e não aproveitar as vantagens que ele pode te oferecer. Se tiver cuidado na hora de decidir quais aplicativos vai usar, você consegue proteger não só o seu celular, que já é caro, como também os seus arquivos, suas contas, seus dados e suas informações pessoais — que valem muito mais que um aparelho, inclusive.

Confira as dicas sobre aplicativos a seguir para não correr riscos e mantenha seu celular sempre protegido contra programas perigosos:

Não faça download de aplicativos não listados na loja

O Android oferece uma liberdade enorme para seus usuários, em comparação com outros sistemas operacionais, como o iOS e o Windows Phone. Por um lado isso é ótimo, mas por outro, requer atenção, pois permite que a gente possa cair em armadilhas criadas em aplicativos mal intencionados.

Como o risco pode acontecer? Uma das maneiras é por meio da instalação de aplicativos que NÃO estão listados no Google Play, a loja oficial de aplicativos do Android. Quando você baixa e instala no seu dispositivo um app que foi enviado por alguém ou encontrado em um site de downloads, corre o risco de ser enganado, provavelmente você estará colocando no seu aparelho um arquivo com vírus. Então, já sabe: evite instalar qualquer coisa que não tenha a garantia da loja oficial.

Sempre verifique as permissões pedidas pelos aplicativos

Quando você instala um aplicativo no seu celular, recebe uma janela indicando quais são as permissões que ele pede. Muita gente não olha e apenas aceita as permissões, mas é importante ler e tentar entender cada uma delas. Por exemplo: imagine que você está instalando um aplicativo de calculadora. Faz sentido que ele tenha acesso aos seus contatos, à sua câmera, microfone, às suas imagens ou arquivos salvos no celular? Provavelmente não, né?

Tomar cuidado com as permissões que você cede aos desenvolvedores, esta precaução é essencial para evitar o vazamento de seus dados pessoais. Aplicativos de grandes empresas às vezes têm em seus sites a explicação para as permissões que eles pedem (porque nem sempre essa relação é óbvia). Se você tiver com dúvidas, vale fazer essa pesquisa.

Confira as avaliações e a nota do aplicativo

Nas lojas como o Google Play e a App Store, da Apple, todos aplicativos disponíveis para download são acompanhados de uma nota no formato de estrelas e também de diversas avaliações enviadas pelas pessoas que já os instalaram. Essas duas informações combinadas ajudam muito a verificar se o aplicativo é ou não confiável para ser instalado no seu celular.

Algumas vezes as análises são bastante detalhadas, indicando não somente as descrições e as opiniões dos usuários como também problemas, falhas e possíveis aberturas nos sistemas de segurança. Se existirem queixas ou indicações de atividades suspeitas, é melhor pensar bem antes de baixar e buscar uma alternativa com mais credibilidade.

Veja se o desenvolvedor parece confiável

Outra informação valiosa disponível nas lojas de aplicativos é o nome da empresa que desenvolve cada app. Você pode pesquisar por esse nome e visualizar todos os aplicativos disponíveis na loja que foram produzidos por aquela empresa. Ao fazer isso, você consegue alguns dados úteis, como quais aplicativos aquela empresa já fez e a média das avaliações dos aplicativos disponíveis. Além disso, pode ser que na lista esteja algum app que você já conheça, confie e até mesmo use. 

Tenha um antivírus

Seguindo todos os passos anteriores, a chance de você instalar um programa suspeito que possa prejudicar você ou seu celular é bem menor, mas não é nula. Por isso, é legal ter aplicativos de antivírus, que fazem uma pesquisa em todos seus arquivos em busca de possíveis ameaças. Sempre existe a chance de você ter deixado um programa suspeito passar sem querer ou de ter recebido algo suspeito em uma atualização.

Várias empresas famosas, que já fazem programas antivírus para computadores há anos, possuem também versões para celulares e tablets. Normalmente, há uma versão gratuita limitada e uma paga mais completa.

Atualize seu sistema operacional

Garantir a segurança do seu aparelho não é só tarefa sua, mas da empresa responsável pelo seu sistema operacional. Seus funcionários estão sempre procurando falhas e desenvolvendo atualizações para que os aparelhos estejam cada vez mais seguros contra possíveis ataques, por isso é importante sempre atualizar o seu dispositivo e os seus aplicativos. 

A Google (produtora do Android), por exemplo, costumava verificar todos os aplicativos somente durante a instalação, mas nas versões atuais do sistema faz uma varredura periódica a fim de detectar qualquer perigo. Para verificar se seu dispositivo está atualizado, é só buscar essa opção nas configurações do seu celular. Se não estiver, é melhor fazer rápido a atualização para se proteger ainda mais.

Seguindo todas essas dicas, seu celular estará sempre protegido de ataques! E sempre que encontrar um aplicativo suspeito, não se esqueça de reportar na loja. Assim, você também ajuda os usuários quem não conhecem essas dicas de aplicativos a se protegerem.

E você, já baixou o aplicativo Super Revendedores? Nele, seus dados estarão sempre seguros. Ficou com alguma dúvida? Verifique seguindo as dicas anteriores e comprove que ele é confiável mesmo! 

 
Aplicativos para celular: eles são seguros?
5 (100%) 1 voto